0

Buster Keaton: o Rei do Riso Que Não Ria – Bemvindo Sequeira

Buster Keaton

Buster Keaton.

As novas gerações e até mesmo algumas mais velhas não o conhecem nem à sua obra.

Um dos maiores comediantes do século XX. Faleceu em primeiro de fevereiro de 1966.

Keaton foi considerado o grande rival de Chaplin. Protagonizava filmes mudos.

Porém sua principal característica é que jamais sorria nos filmes. Sempre sério era capaz das maiores tiradas de humor.

O humor nos filmes de Buster Keaton, basicamente, se fazia através das chamadas gags; corridas, quedas, fugas. Uma das grandes inovações de Keaton, no entanto, é o fato de sua comédia se basear num personagem impassível, que mantém as mesmas feições diante dos fatos ocorridos

Keaton nasceu no final do século 19 nos bastidores do vaudeville. Seus pais eram artistas deste gênero de variedades.

Entrou em decadência quando do surgimento do cinema falado e por um péssimo contrato que fez com a nascente Metro Goldwin Mayer.

Foi reabilitado pelo próprio Chaplin no filme “Luzes da Ribalta” da década de 50.

Na tv às vezes se apresentam  suas comédias, e você pode encontrar seus filmes em boas locadoras que tenham filmes cult.

 

The General (1926)
Baseado em um acontecimento real da Guerra Civil norte-americana. “A General” é uma locomotiva confederada roubada pelos soldados da união. Johnnie Gray (Buster Keaton), engenheiro sulista, sai em busca para recuperar o trem.

 

Trecho de “Luzes da Ribalta” – dueto de Chaplin e Keaton

Leave a reply

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>